MASTOPLASTIA REDUTORA - PLÁSTICA DE REDUÇÃO DE MAMA

A mamoplastia redutora é uma cirurgia para diminuir o tamanho e o volume das mamas, sendo indicada quando a mulher tem dor nas costas e no pescoço constante ou apresenta o tronco curvado, provocando alterações na coluna devido ao peso dos seios. No entanto, esta cirurgia também pode ser feita por questões estéticas, principalmente quando a mulher não gosta do tamanho de seus seios e sua autoestima é afetada.

Em climas quentes, especialmente em centros urbanos próximos ao mar, as pessoas se habituaram a usar roupas leves e reveladoras, o que impede a camuflagem de mamas grandes e pesadas. As pacientes com hipertrofias mamárias muitas vezes relatam, além de desconforto físico, um processo de isolamento social.

Mulheres com mamas muito grandes são operadas pela técnica de Pitanguy, em que o excesso de tecido é retirado, modelando os seios conferindo-lhes um contorno esteticamente mais satisfatório, preservando o aspecto funcional da mama. Todo tecido mamário retirado é cuidadosamente avaliado por exame histológico.

A mama muito pequena (ou Hipoplasia Mamária) ocorre quando o volume dos seios é significativamente reduzido. A correção das mamas pouco desenvolvidas representa fator fundamental no bem estar íntimo da mulher, enfatizando sua feminilidade e sensualidade.

O melhor método para aumentar as mamas é a colocação de prótese (implantes mamários). Os aspectos mais importantes a serem discutidos com a paciente são volume da mama desejado, tipo de implante a ser usado e via de acesso para colocação da prótese.

Durante as primeiras semanas, a paciente não deve fazer exercícios físicos vigorosos e se expor ao sol em demasia. É fundamental que a paciente evite elevar os braços ou carregar peso no período pós-operatório.

Atendimento Whatsapp

Marque sua Consulta

mapa

facebook